Nota da Comissão Política do Partido Comunista

Nota da Comissão Política do Partido Comunista

1- Fomos uma das primeiras forças a denunciar e a mobilizar contra o golpe.

2- Não acreditamos que o STF anulará o impedimento de Dilma. No nosso entendimento o STF fez e faz parte do golpe.

3- O que seria democrático, neste momento, é que o Povo decidisse através de eleições gerais, em todos os níveis. Mas democracia tem valor histórico e de classes por isso mesmo é que a burguesia não quer que o Povo decida.

4- Temos todos que denunciar a ameaça de intervenção militar no Brasil. Temos que conclamar os patriotas, democratas, as forças progressistas e de esquerda a mobilizar a população contra a sanha fascista de setores das forças armadas.

5- Defendemos a criação de uma Frente Ampla, antifascista e anti-imperialista com a elaboração de um programa mínimo, com objetivo de combater e resistir aos ataques da direita e disputarmos a hegemonia da luta politica e eleitoral no Brasil.

6- Lutamos pela organização de uma greve geral, em defesa da democracia, dos direitos do Povo e pelo fim do governo Temer.

– UNIR, LUTAR E RESISTIR

– Abaixo o fascismo

– Em Defesa da Revolução Bolivariana na Venezuela

– Salve o Centenário da Revolução Socialista na URSS

– Viva o Partido Comunista

Brasil, setembro de 2017.