A MARCA DA OUSADIA (Homenagem a Carlos Lamarca)

 

Canto à tua memória, Lamarca,

As mesmas palavras que inspiraram tua vida:

Revolta, determinação!

Luta, Revolução!

Os frutos vermelhos que um dia brotaram de teu verde coração

São hoje alimento para o sonho de um mundo melhor

 

Lá, no árido sertão da Bahia,

As balas que perfuraram teu corpo mataram o homem

Mas não puderam deter o desejo de justiça que ainda nos consome

Ascendeste ao panteão dos verdadeiros heróis: os heróis do povo.

Reluz em cada um de nós teu exemplo de bravura, de valentia…

Caíste em luta, capitão, mas deixaste, para sempre,

A marca da ousadia!